Qui, 20 de abril de 2017, 15:37

Grupo de pesquisa da UFS se destaca com projeto de arqueologia egípcia
O programa é dirigido pelo Dr. José Roberto Pellini, professor do Campuslar, e tem como objetivo desenvolver projetos de Arqueologia Egípcia

Em março de 2016 um grupo de cientistas, liderado por um pesquisador da Universidade Federal de Sergipe (UFS), iniciou a primeira missão arqueológica do Brasil no Egito, com o propósito de estudar as tumbas Tebanas.

O Programa Brasileiro de Arqueologia no Egito (BAPE) é dirigido pelo Dr. José Roberto Pellini, professor do Departamento de Arqueologia da UFS, e tem como objetivo desenvolver projetos ligados aos temas da Arqueologia Egípcia. A equipe conta com 10 pessoas, sendo seis egípcios, que representam o Centro de Documentação e do Conselho Superior de Antiguidades, e quatro brasileiros.

A ideia do professor é levar seis estudantes da graduação da UFS e três de pós-graduação de outros cursos da USP, Universidade de Pelotas do Rio Grande do Sul. Ele mencionou que ainda está fazendo contato com outras universidades, pois o objetivo do projeto é permitir o desenvolvimento de arqueologia egípcia no Brasil.

Confira a matéria completa em: http://g1.globo.com/se/sergipe/noticia/arqueologo-da-ufs-comanda-primeira-missao-do-brasil-no-egito.ghtml?utm_source=whatsapp&utm_medium=share-bar-smart&utm_campaign=share-bar


Notícias UFS
Avaliação
UFS é destaque no Enade 2016
Enfermagem e Nutrição (ambos de Lagarto) e Fisioterapia (Aracaju) obtiveram nota máxima; veja nota de outros cursos